Operação Energia Negativa: DECON prende homens que fraudavam consumo de energia elétrica

Operação Energia Negativa foi deflagrada nesta quinta-feira (14).


Investigações coordenadas pelos DELEGADOS GYLSON MARIANO (este titular) e RODRIGO GODINHO, da DELEGACIA DE REPRESSÃO A CRIMES CONTRA O CONSUMIDOR (DECON), resultaram na prisão de cinco homens na manhã desta quinta-feira (14). Eles integravam uma associação criminosa especializada em fraudes que possibilitavam o furto de energia elétrica.

São eles: Murilo Marques de Moraes Barra, Fabiano Pereira da Costa, Paulo Ricardo Alves Pinheiro Duarte e Gustavo Furtado Paiva, todos detidos na região metropolitana de Goiânia. Generaldo Francisco Brito foi preso em Jussara.

Chamou a atenção dos investigadores o fato de Paulo Ricardo ser responsável pelo setor de detecção de fraudes da Enel, empresa distribuidora de energia elétrica em Goiás: “Ele trabalha em uma empresa que presta serviço para a Enel e tinha justamente a função de fiscalizar eventuais fraudes”, destacou o DELEGADO RODRIGO GODINHO.

Além das prisões, foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão. Foram encontrados nas casas dos investigados diversos medidores de energia e lacres da Enel e da antiga Celg. A operação deflagrada pela DECON contou com apoio da POLÍCIA TÉCNICO CIENTÍFICA. Segundo dados da distribuidora de energia, a empresa teve prejuízos da ordem de R$ 50 milhões em virtude de fraudes variadas.