NOTA PÚBLICA do Sindepol é publicada no Diário a Manhã em resposta a matéria distorcida de jornalista


A respeito da conduta funcional do Delegado de Polícia lotado na Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios que autuou em flagrante três soldados da polícia militar, na última terça-feira, 18 de abril, por práticas de crimes de invasão de domicílio, homicídio doloso consumado e tentado contra  o adolescente Robertinho e seu genitor, respectivamente, durante uma ocorrência policial na casa das vítimas; o SINDEPOL – Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de Goiás – vem a público informar que a atuação de referida autoridade policial ao emanar voz de prisão aos militares na delegacia  encontra absoluto amparo na legislação brasileira e tribunais superiores, como decisão recente do STJ. Tanto que o próprio  Poder Judiciário do estado de Goiás, ao proferir sua decisão  na audiência de custodia , manifestou pela plena legalidade da prisão lavrada pelo delegado  e a manteve preventivamente. Comentários distorcidos, tendenciosos e desprovidos de fundamento jurídico e legal que vem sendo difundidos a respeito pelos líderes das entidades classistas da PM devem ser esclarecidos, afim de não induzir nossa sociedade a erro.
​Silvana Nunes – Presidente do Sindepol​
Link do jornal: https://impresso.dm.com.br/edicao/20170421/pagina/4
PDF da página: PDF Sindepol DM
Imagens destacadas:
Sindepol Nota Página    Sindepol Nota zoom