Museu Osvalmir Carrasco é inaugurado na Escola Superior da Polícia Civil


COM INFORMAÇÕES DA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA CIVIL:

A Polícia Civil inaugurou na noite desta quinta-feira, na ESPC, (10/05) o Museu Osvalmir Carrasco. A solenidade contou com a presença do secretário Irapuan Costa Júnior; do delegado-geral, André Fernandes; do diretor da Escola Superior, Marcelo Aires; do ex-delegado-geral e um dos coordenadores da ESPC, Álvaro Cássio; e de familiares do delegado Carrasco, entre outros.

O museu vai funcionar expondo mostras temporárias. A primeira traz objetos históricos da PCGO. A visitação é gratuita e aberta ao público no horário de expediente da ESPC.

Lucca e Laura, filhos de Carrasco, foram os responsáveis pelo descerramento da fita inaugural do espaço. No último dia 9 de maio ele também foi homenageado no auditório da Secretaria de Segurança Pública do Estado de Goiás durante um culto ecumênico celebrado pelo Dia do Policial Civil. No dia anterior o GT-3 (Grupo Tático 3) havia realizado homenagem semelhante.

Ele morreu em 2012 na queda do helicóptero da Polícia Civil. O acidente aeronáutico aconteceu quando 7 policiais, sendo 5 delegados e 2 peritos criminais, voltavam da reconstituição de um homicídio que vitimou outras sete pessoas na propriedade rural Nossa Senhora Aparecida, em Doverlândia. O preso, Aparecido de Souza Alves, de 22 anos estava a bordo. Ele havia participado da primeira fase da reconstituição do crime e viajou novamente de helicóptero ao local para reproduzir os fatos relacionados com os assassinatos aos peritos criminais.

No acidente morreram ainda os delegados Jorge Moreira da Silva e Vinícius Batista da Silva e os peritos criminais Marcel de Paula Oliveira e Fabiano de Paula Silva.