Goiás apresenta queda em todos os 12 indicadores criminais em fevereiro

Na comparação com igual período do ano passado houve redução de 28,57% no número de latrocínios. Homicídios recuaram 10,06%, ao passo que estupros cederam 4,55%. Tentativas de homicídio regrediram 17,53%


AS INFORMAÇÕES ABAIXO SÃO DA COMUNICAÇÃO SETORIAL DA SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA:

Goiás registrou queda em todos os 12 indicadores criminais monitorados em fevereiro de 2018. A comparação é com igual período do ano passado. Entre os destaques, está a redução de 28,57% no número de latrocínios. O anúncio foi feito nesta terça-feira (06/03), pelo secretário de Segurança Pública, Irapuan Costa Júnior. “Nossas ações de combate ao crime continuarão sendo fortes. Queremos reduzir ainda mais esses números”, afirmou. Homicídios recuaram 10,06%, ao passo que estupros cederam 4,55%. Tentativas de homicídio regrediram 17,53%.

De acordo o relatório do Observatório de Segurança da SSP, o número de roubos a transeuntes cedeu 24,49%. Foram registradas quedas também em roubos de veículos (-17,16%), roubos ao comércio (-33,15%), roubos em residências (-16,13%), furtos de veículos (-13,14%), furtos em estabelecimentos comerciais (-23,90%), furtos em residências (-24,01%) e furtos a transeuntes (-25,72%).

Para o secretário Irapuan Costa Júnior, a integração entre as forças policiais e o trabalho de inteligência foram fundamentais para essa conquista. “As forças de segurança têm atuado de forma conjunta, o que tem refletido significativamente na queda da criminalidade”, afirma. “As atividades de inteligência também se destacam neste sentido”, informa. “Vamos fortalecer cada vez mais essas ações”, assegura.

Comparativo anual
Na comparação de janeiro a fevereiro deste ano com igual período de 2017, foram registradas quedas em 10 indicadores criminais. O número de homicídios caiu 18,77%, ao passo que as tentativas do mesmo crime cederam 22,38%. Roubos a transeuntes regrediram 29,19%, bem como houve queda de 15,06% no número de roubos de veículos. Roubos ao comércio recuaram 31,23% e roubos em residência 13,16%.

Furtos de veículos caíram 14,30% e furtos ao comércio 18,33%. Também foram registradas quedas em furtos em residências (-20,03%) e furtos a transeuntes (-29,21%). Em relação ao número de estupros, foi registrado um caso a mais do que em 2017. Casos de latrocínio não apresentaram variação.

Participaram da apresentação dos indicadores o superintendente de Inteligência Integrada, Danilo Fabiano; o superintendente do Sistema Integrado de Comando e Controle, tenente-coronel Francisco de Assis Ramos Jubé; o delegado-geral da Polícia Civil, André Fernandes; o tenente-coronel Karison Ferreira Sobrinho – que representou o Comando Geral da Polícia Militar -, o comandante de Gestão e Finanças do Corpo de Bombeiros, coronel Márcio André de Morais; a superintendente de Polícia Técnico-Científica, Rejane Barcelos; o gerente do Observatório de Segurança da SSP, major Geyson Borba, entre outras autoridades.

FOTO: ANDRÉ COSTA