DOT: Operação desarticula organização criminosa ligada ao comércio fraudulento de grãos

Ao longo do dia foram cumpridos 10 mandados de prisão e três de busca e apreensão na cidade de Rio Verde, a 230 quilômetros da Capital, no Sudoeste goiano, e nos estados de Mato Grosso e São Paulo, além de Cristalina, no entorno do Distrito Federal


Operação GRÃ FAMÍLIA, coordenada pela DELEGACIA DE REPRESSÃO A CRIMES CONTRA A ORDEM TRIBUTÁRIA (DOT), em parceria com o Ministério Público do Estado de Goiás e o Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos do Estado de Goiás (Cira), desarticulou, nesta terça-feira (26), organização criminosa responsável por comercializar grãos mediante uso de empresas de fachada e de pessoas “laranjas”.

Ao longo do dia foram cumpridos 10 mandados de prisão e três de busca e apreensão na cidade de Rio Verde, a 230 quilômetros da Capital, no Sudoeste goiano, e nos estados de Mato Grosso e São Paulo, além de Cristalina, no entorno do Distrito Federal. O titular da DOT, DELEGADO MARCELO AIRES MEDEIROS, participou da operação.

As investigações em conjunto do Ministério Público e da Especializada apuraram crimes tributários e de lavagem de dinheiro, com prejuízo estimado aos cofres públicos da ordem de R$ 50 milhões.

Às 10 horas desta quarta-feira (27), na sede do MP, em Goiânia, será realizada entrevista coletiva para repassar mais informações da operação, que, vale ressaltar, contou com 50 policiais civis e com o apoio de quatro DELEGACIAS REGIONAIS DE POLÍCIA: de Rio Verde (8ª), Jataí (14ª), Luziânia (5ª) e de Aparecida de Goiânia (2ª).