DERCAP – Preso traficante de drogas investigado por venda de certificados de ensino falsos

Os detalhes da operação, batizada de PAIDEIA, serão apresentados em entrevista coletiva nesta quinta-feira, 2 de maio, na sede daquela Especializada


Investigações coordenadas pela DELEGADA TATIANA BARBOSA, da DELEGACIA ESTADUAL DE REPRESSÃO A CRIMES CONTRA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (DERCAP), resultaram na prisão de Robson Alves em função dos crimes de falsificação de documento público, falsificação de documento particular e falsidade ideológica.

O mandado de prisão preventiva foi cumprido na última terça-feira, 30 de abril, data em que também foram executados dois mandados de busca e apreensão. Ele também foi autuado em flagrante por tráfico de drogas.

Os detalhes da operação, batizada de PAIDEIA, serão apresentados em entrevista coletiva nesta quinta-feira, 2 de maio, na sede daquela Especializada, à Avenida Independência, nº 2.716, quadra E, lote 7, 2º andar, Setor Leste Vila Nova.

ENTENDA
Após checagem de anúncio de venda de certificados dos níveis fundamental, médio, superior e ensino técnico em redes sociais, a POLÍCIA CIVIL, por meio da DERCAP, deflagrou intensa e ininterrupta investigação por aproximadamente seis meses, motivando a representação pela prisão preventiva do investigado e mandados de busca e apreensão nos endereços utilizados para comercialização e falsificação dos documentos.

Robson Alves já possui antecedentes pela prática de roubo, furto, receptação, porte de arma de fogo e tráfico de drogas.

De acordo com a DELEGADA TATIANA BARBOSA, na operação deflagrada para captura do criminoso e apreensões de objetos ilícitos relacionados à prática delitiva, houve também a prisão em flagrante do investigado pelo crime de tráfico de drogas, sendo apreendidos balança de precisão, droga (maconha), documentos, aparelhos eletrônicos utilizados para a comercialização de certificados contrafeitos, inclusive máquinas de cartões de crédito para recebimento.

A investigação prossegue no sentido de identificar outros envolvidos, especialmente adquirentes dos certificados falsos, eventuais utilizações criminosas desses documentos e as consequências jurídicas advindas do uso de documento falso.

A DERCAP tem como titular o DELEGADO WEBERT LEONARDO.