Delegado Danilo Fabiano profere palestra para juízes da Execução Penal

Em workshop do Tribunal de Justiça de Goias, superintendente de Inteligência da SSP, Delegado Danilo Fabiano, ministrou palestra sobre facções criminosas presentes no estado


O superintendente de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública (SSP), delegado Danilo Fabiano, proferiu palestra durante o workshop ‘A Execução Penal no Estado de Goiás’, promovido pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO). Em evento realizado nesta sexta-feira (08/06), o representante da SSP falou para magistrados que atuam na área da Execução Penal sobre o mapeamento das facções criminosas presentes em Goiás.

Danilo também fez uma explanação sobre o surgimento do crime organizado no país e sua ramificação pelos estados brasileiros. O delegado pontuou, ainda, sobre a importância da atuação do setor de investigação do Estado (Polícia Civil) bem como das demais forças de segurança no combate às organizações criminosas.

O superintendente mostrou que o crime organizado conseguiu se estruturar de forma muito profissional, e que tem organograma nos moldes das grandes empresas. “Se pudesse ser considerado uma empresa, uma facção paulista conhecida nacionalmente, por exemplo, estaria tranquilamente entre as maiores do país”, afirmou. Segundo ele, somente esta organização conseguiu faturar no ano passado mais de R$ 400 milhões. “Hoje seria uma multinacional, pois já exporta droga para várias regiões do mundo”. Sintetizou, ainda, que a Secretaria de Segurança Pública precisa da união do Ministério Público, TJGO e demais órgãos parceiros para combater com estratégia e eficiência essas organizações criminosas.

Sobre o controle desses grupos nos presídios, Danilo Fabiano advertiu que é dentro das unidades prisionais que eles conseguem fazer o chamado ‘batismo’, ou seja, atrair filiados e simpatizantes para seus quadros. “A integração dos serviços de inteligência das forças policiais tem sido determinante para avançarmos na luta contra o crime organizado”, lembrou.

O evento reuniu juízes da capital e interior que atuam na área penal, e contou com a presença de autoridades como o presidente do TJGO, desembargador Gilberto Marques Filho; do corregedor-geral da Justiça de Goiás, desembargador Walter Carlos Lemes; da diretora do Foro de Goiânia, Maria do Socorro de Sousa Afonso e Silva; e do presidente da Associação dos Magistrados de Goiás (Asmego), Wilton Muller Salomão, além de promotores.

Foto: Marco Monteiro