DECON apreende 62 toneladas de materiais impróprios para consumo

Também foram apreendidos documentos, uma máquina rotuladora utilizada para confecção dos produtos contrafeitos e um computador que será enviado para exame pericial


A DELEGACIA ESTADUAL DE REPRESSÃO A CRIMES CONTRA O CONSUMIDOR (DECON) realizou operação conjunta com a Vigilância Sanitária Municipal de Aparecida e apreendeu 62 toneladas de materiais impróprios para consumo em uma empresa do ramo de cosméticos, totalizando aproximadamente 5 milhões de reais em produtos alterados. A DECON tem como titular o DELEGADO WEBERT LEONARDO LOPES DA SILVA SANTOS.

No estabelecimento, localizado no Jardim Eldorado, em Aparecida, foram encontradas diversas irregularidades, como falta de registro de produtos nos órgãos competentes, inconsistência nos ingredientes apresentados nos rótulos, produtos falsificados e em desacordo com as normas sanitárias exigidas.

Também foram apreendidos documentos, uma máquina rotuladora utilizada para confecção dos produtos contrafeitos e um computador que será enviado para exame pericial. Das 62 toneladas de materiais, 50 toneladas foram incineradas e 12 toneladas serão enviadas para a reciclagem.

Os responsáveis responderão em inquérito policial por crime contra as relações de consumo e desobediência, entre outros, além das medidas administrativas cabíveis.

*Com informações da Coordenação de Comunicação da Polícia Civil.