O Futebol de Sábado

Sindepol comemorou vitórias nos jogos e recuperação do dr. Wilson Luís Vieira


O futebol de sábadoDepois do susto e de algumas semanas no Departamento Médico, o zagueiro Wilson Luís Vieira, capitão da equipe de futebol do Sindepol acabou sendo liberado para voltar às atividades e o retorno foi com festa, no último sábado, no Hawai Sport’s Eventos. Recuperado da cirurgia cardíaca, Dr. Wilson recebeu as homenagens de colegas policiais civis e promotores de Justiça que participaram de duas partidas de futebol e, mais tarde, de uma “resenha” a base de churrasco.

A festa no Clube Hawai começou por volta das 9 horas com a partida entre jogadores masters das equipes do Sindepol e do Ministério Público. O time do MP começou melhor e abriu o placar com o promotor Dani Sales, mas os policiais logo chegaram ao empate num belo lance do agente Mardane Porto, que empatou o jogo. No segundo tempo o Sindepol conseguiu a virada com gols do convidado Léo Moreno (marido da Delegada Caroline Paim) e do Delegado Marcelo Aires.

No segundo jogo, com outros atletas em campo, nova vitória do Sindepol sobre o MP, desta vez por 2 a 0. Os dois gols foram marcados pelo Delegado Gylson Ferreira, que comemorou a recuperação do amigo Wilson Luís: “O doutor Wilson é uma pessoa muito querida por todos nós; quando ele precisou fazer a cirurgia às pressas deixou todos apreensivos, mas, graças a Deus, tudo correu bem”.

Aproveitando o momento de descontração e integração, o Delegado Marcelo Aires provocou com bom humor: “Ganhar é bom, mas ganhar do MP é muito melhor”. Sobre a volta do amigo, afirmou: “Todos estamos muito felizes com a volta do doutor Wilson. É fácil ver como ele é uma pessoa querida, pois reuniu aqui hoje mais de 40 delegados e promotores”.

O promotor Lucas Braga, que já foi Delegado de Polícia, também participou do amistoso e não economizou nos elogios: “Fico contente que ele já está bem. O Doutor Wilson é uma pessoa que me serviu de exemplo quando entrei no serviço público. É um homem íntegro, sério e ético. É um cara nota dez”.

Apesar de estar liberado pelos médicos, o homenageado do dia atuou apenas como técnico e revelou que vai aguardar um pouco para calçar as chuteiras novamente: “Estou bem, estou animado e com saúde. Mas essa fase de recuperação exige um preparo psicológico muito grande e ainda não estou completamente seguro para voltar a jogar. Vou esperar mais um pouco”, revelou. E concluiu: “Já fico muito satisfeito de rever os amigos e reunir esse pessoal todo”.