Notícias

Decon apreende centenas produtos piratas

Centenas de produtos piratas, entre camisas, camisetas, perfumes, óculos, tênis, bermudas, cinto e relógios das marcas Gucci, Lacoste, John John, Calvin Klein, Aramis, Hugo Boss, Oakley, Louis Vuitton, Bulgari, entre outras foram apreendidos pela Delegacia do Consumidor. O suspeito de ser o responsável pela mercadoria é Wilian Luiz dos Santos, que foi preso.

A Operação Somnium foi coordenada pelo delegado Rodrigo do Carmo Godinho. Segundo ele, a investigação teve início no mês de novembro de 2016, a partir de denúncias realizadas através do telefone 197. Conforme apurado nas investigações, Willian Luiz dos Santos adquiria mercadorias em lojas da rua 25 de março, em São Paulo, e as revendia para diversas cidade do Estado de Goiás e Distrito Federal.
A estimativa é de que o faturamento com as vendas de mercadorias contrafeitas era da ordem de R$ 200 mil por mês. Se condenado, pela prática do crime contra as relações de consumo, Willian Luiz dos Santos, terá pena de detenção de dois a cinco anos.
Decon pirataria 2 Decon pirataria
Botão Voltar ao topo